Faculdade de Medicina da Bahia

NOTE: To use the advanced features of this site you need javascript turned on.

Home Institucional Galeria dos Encantados
Galeria dos Professores Encantados da Faculdade de Medicina da Bahia

Memória Histórica do Bicentenário da Faculdade
de Medicina da Bahia (2008)

Ronaldo Ribeiro Jacobina
Professor Titular em Medicina Preventiva e Social
DMPS-FMB-UFBA

rotunda

 

 

 

 

 

 

 

  

De acordo com o médico e escritor Guimarães Rosa “as pessoas não morrem, ficam encantadas”. Desse modo, redefinindo o nome nesta seção, damos continuidade à "Galeria de Professores Falecidos" feita pelo prof. Eduardo de Sá Oliveira de 1808 a 1946, publicada pela UFBA em 1992.

Essa nova Galeria, que apresenta breves notas biográficas, toma como referência o encantamento dos docentes a partir de 1947, mas fará registros anteriores daqueles professores que foram protagonistas na história desta Faculdade que, em geral por não serem catedráticos, não foram contemplados pela Memória Histórica de Eduardo Oliveira.

A sequência será feita, do mesmo modo que fez o Prof. Eduardo Oliveira, segundo a data de falecimento, ou seja, pela cronologia do encantamento.

 

De modo geral, para fazer a nota biográfica dos professores “encantados”, utilizamos dos dados obtidos seguindo os seguintes itens:

1. Nome completo do biografado, data e local de nascimento; nomes dos pais;

2 – Estudos preparatórios antes da Faculdade;

3 – Período na faculdade de medicina, ano de graduação, turma e tese doutoral;

4 – Atividades médicas, sobretudo no início da carreira;

5 – Casamento, com nome da (o) cônjuge e dos filhos (se houver);

6 – Carreira docente, com destaque para a livre docência, pós-graduação; teses de concurso;

7 – Participação em entidades científicas e culturais, médicas ou para além da medicina;

8 – Data e local do “encantamento” e formas de permanência (nomes de ruas, instituições de saúde, de premiações e outras);

9 – Testemunhos de parentes, colegas, alunos e pessoas beneficiadas por atos dos biografados, mas, quando obtidos, testemunhos críticos também são citados;

10 – Principais obras publicadas (sempre que possível);

11 – Sugestão de leituras específicas sobre o biografado

12 - Referências.